quinta-feira, 10 de junho de 2010

Candidatos 2010: Honduras


● Grupo: H
● Continente: América Central
● Forma de qualificação: 3º lugar nas eliminatórias da América do Norte.
Ranking: 38
● Participações na Copa do Mundo: 2 (1982 e 2010).
● Melhor jogador: Carlos Pavón (de sempre e atual)
Esporte preferido do país: Futebol.
● Chance de passar da primeira fase: 30%
● Chance de chegar às quartas: 15%
● Chance de chegar às semifinais: 5%
● Chance de chegar a final: 2%
● Chance de ser campeão: 1%

A única seleção da América Central, a Honduras disputará a sua segunda Copa do Mundo com o melhor time de todos os tempos. Amantes do futebol, Honduras já até lutou em guerra por isso, e aproveita a falta de favoritismo para jogar com todas as suas força, num time que conta com Carlos Pavón, David Suazo e Walter Martínez.


Qualificação

Como é uma das melhores seleções da Américva do Norte, Central e Caribe, a Honduras ficou isenta de disputar a primeira fase, e pulou logo para a segunda fase. Na segunda fase, disputou uma playoff contra o Porto Rico. Na primeira partida, derrotou os portorriquenhos por 4 a 0. Na segunda partida, o empate de 2 a 2 confirmou a classificação para a terceira fase. No Grupo 2, caiu no "grupo da morte", juntamente com México, Canadá e Jamaica. Apesar da dificuldade, venceu 4 jogos e perdeu apenas 2, mantendo-se em primeiro no grupo. Na última fase, caiu no grupo único novamente com México, além dos Estados Unidos, Costa Rica, El Salvador e trinidad e Tobago. Com uma campanha regular, chegou à última rodada com raras chances de classificação. A Honduras precisava vencer fora de casa e torcer por um empate ou derrota da Costa Rica. Os costarriquenhos abriram 2 a 0 sobre os americanos. Apesar da desvantagem, Pavón fez sua parte e fez o gol da Honduras sobre El Salvador. Michael Bradley diminuiu para os norte-americanos. Aos 49 minutos do segundo tempo, Jon Borstein fez o gol de empate dos Estados Unidos contra a Costa Rica, e deu uma imensa ajuda para a Honduras, que minutos antes havia derrotado El Salvador.

A Grande Competição

Nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1970, a Honduras ficou perto de se classificar para a Copa do Mundo, e precisava derrotar El Salvador em uma série de melhor de três. Venceu a primeira, por 1 a 0, e perdeu a segunda, por 3 a 0, forçando uma terceira partida. Nesta terceira partido, realizada no México, El Salvador venceu por 3 a 2. Durante as partidas, jogadores, torcedores e imigrantes nos dois países foram expulsos, perseguidos e assassinados, levando os dois países a romperem relações diplomáticas no fim do mesmo mês. Em julho, El Salvador atacou Honduras, e travaram uma guerra que durou 4 dias. Um cessar-fogo foi negociado pela Organização dos Estados Americanos, mas um tratado de paz foi assinada somente anos depois. Na Copa, El Salvador não conseguiu ir longe na Copa, perdendo todas as partidas contra Bélgica, México e U.R.S.S., sem ao menos marcar um gol.

 
Time

Grande parte dos jogadores da La H atuam no Campeonato Hondurenho, principalmente no Motagua, Real España, Platense, Marathón e até Olimpia, que é o único clube do mundo que enviou dois goleiros para a Copa do Mundo. Os outros jogadores jogam no Campeonato Italiano e Inglês, além de três exceções, já que Víctor Bernárdez joga na Bélgica, Mauricio Sabillón na China, e Roger Espinoza no Kansas, Estados Unidos.

Goleiros: Ricardo Canales, Noel Valladares, Donis Escober;


Defesa: Osman Chávez, Maynor Figueroa, Johnny Palacios, Víctor Bernárdez, Oscar Boniek, Mauricio Sabillón, Emilio Izaguirre, Sergio Mendoza;


Meio-campo: Hendry Thomas, Ramón Núñez, Wilson Palacios, Julio César de León, Roger Espinoza, Edgar Álvarez, Danilo Turcios, Amado Guevara;

Atacantes: Carlos Pavón, David Suazo, Georgie Welcome e Walter Martínez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário