terça-feira, 25 de maio de 2010

Candidatos 2010: Gana





● Grupo: D
● Continente: África
● Forma de qualificação: Foi campeão do Grupo D africano.
● Ranking: 31
● Participações na Copa do Mundo: 2 (2006 e 2010).
● Melhor jogador: Abedi Pelé (de sempre), Michael Essien (atual)
● Esporte preferido do país: Futebol.
● Chance de passar da primeira fase: 40%
● Chance de chegar às quartas: 20%
● Chance de chegar às semifinais: 10%
● Chance de chegar a final: 5%
● Chance de ser campeão: 2%

Chegando para disputar a sua segunda Copa, a Gana vem com um time jovem para a África do Sul. Campeão da Copa do Mundo Sub-20 de 2009, a Gana aproveitou muitos jogadores daquela seleção e o desejo agora é repetir na seleção adulta o sucesso das seleções de base. Para isso, confiará em jogadores como André Ayew, filho de Abedi Pelé e Dominic Adiyiah. É talvez a seleção mais jovem do torneio, com uma média de 24 anos.

Qualificação

Começou as Eliminatórias africanas já na segunda fase. Caiu em um grupo equilibrado, com Gabão, Líbia e Lesoto. Os ganeses venceram os seus dois jogos contra Lesoto, feito repetido por outras seleções. Com 4 vitórias e duas rodadas cada um, Gana, Líbia e Gabão empataram em número de pontos, mas Gana e Gabão passaram no critério do saldo de gols. Na última fase, enfrentou Benin, Mali e Sudão. Com 4 vitórias, um empate e uma derrota, a Gana foi a primeira seleção africana a garantir sua vaga na Copa do Mundo de 2010.

A Grande Competição

Mesmo com poucas conquistas na seleção adulta, as seleções de base da Gana fizeram um ótimo trabalho. A seleção olímpica sub-23 já trouxe uma medalha de bronze, e a seleção sub-17 colhe dois títulos mundiais. Sua última conquista foi no Mundial Sub-20 de 2009, disputando por jogadores com menos de 20 anos de idade. No Grupo D da Copa, venceu as seleções do Uzbequistão e Inglaterra, com gols de Adiyah, Ayew e Osei, terminando a primeira fase empatando com o Uruguai. Na segunda fase, derrotou a Seleção da África do Sul na prorrogação, com boas atuações de Adiyah e Ayew. Nas quartas-de-final, derrotou a Coreia do Sul por 3 a 2 em um jogo bastante competitivo. O sonho do campeonato ficou maior, quando passaram pela Hungria, por 3 a 2 novamente. A final era contra o Brasil. Por um lado, a Gana era carregado por Adiyah, Ayew e Osei, e o Brasil dependia fortemente de Alan Kardec, Alex Teixeira e Maicon, já que Paulo Henrique Ganso tinha um desempenho abaixo do esperado. Numa final disputada, Gana e Brasil chegaram com grandes chances ao gol, mas levaram a disputa nos pênaltis. Com o erro de Alex Teixeira, a Gana conquistava um inédito e merecido título para o país. Com muitos jogadores da base integrados na seleção, a Gana quer repetir a mesma conquista da seleção júnior.

Time

Muitos jogadores ganeses são jovens, que jogam em clubes ganeses e prinipalmente em times franceses, italianos e ingleses.

Goleiros: Richard Kingson, Daniel Adjei, Stephen Ahorlu, Stephen Adams;

Defesa: John Mensah, John Pantsil, Eric Addo, Hans Sarpei, Samuel Inkoom, Lee Addy, Abdul Rahim, Isaac Vorsah;

Meio-campo: Anthony Annan, Michael Essien, Prince Buaben, Sulley Muntari, Kwadwo Asamoah, André Ayew, Emmanuel Agyemang-Badu, Derek Boateng, Kevin-Prince Boateng, Quincy Owusu-Abeyie;

Atacantes: Dominic Adiyiah, Matthew Amoah, Asamoah Gyan, Prince Tagoe, Haminu Draman, Bennard Yao Kumordzi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário