quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Para que serve os Descansos de Tela?


O Descanso de tela é um programa de computador originalmente desenvolvido para preservar a qualidade de imagem do monitor, simplesmente "escurecendo" a tela ou preenchendo-a com animações quando o computador permanece muito tempo sem uso. Atualmente os descansos de tela são mais utilizados por entretenimento ou segurança.
Nos monitores CRT, (aqueles que tem o tubo atrás)- cada minúsculo ponto da tela é iluminado por três cores - azul, vermelho e verde - que se combinam para formar as cores da imagem que está na tela.
Em algumas situações as figuras mudam, mas outras como a barra de tarefas do Windows na parte de baixo da tela ficam por muito tempo. Quando as luzes do monitor CRT iluminam por muito tempo uma determinada área ela queima, fazendo sombra na tela ou desenquilibrando para uma cor. É por isso que alguns computadores têm a tela azul, verde ou rosa. Esse problema não tem concerto.
Os descansos de tela foram originalmente desenvolvidos para escurecer a tela de um computador quando este não está em uso, ou criar animações coloridas, para que uma figura não se fixe na tela. O descanso de tela fica ativo até que alguém toque no teclado ou mexa no mouse.
Telas de CRT usadas em dispositivos públicos como caixas eletrônicos ou ainda jogos de fliperama, o risco do burn-in é especialmente alto devido à exibição de uma tela de saudação ou indicadores fixos nos momentos em que a máquina não está em uso. Dispositivos antigos projetados sem considerar os problemas do burn-in normalmente mostram estes danos à tela, com imagens ou textos como "Insira seu cartão" visíveis mesmo quando a tela já exibe outro menu. A opção de escurecer a tela normalmente é descartada por fazer a máquina parecer danificada ou desligada, então nesses casos, a solução adotada é mover o conteúdo da tela após alguns segundos ou exibir imagens diferentes de tempos em tempos.
CRTs modernos são menos suscetíveis ao burn-in que modelos antigos devido a melhorias na camada de fósforo e ao fato das imagens nos computadores possuirem um contraste menor que as telas monocromáticas ou de texto verde com fundo preto. As telas em LCD, incluindo os painéis utilizados em notebooks não são afetados pelo burn-in porque a imagem não é produzida com fósforo (apesar de poderem sofrer outras formas não-permanentes de persistência de imagens). Por essas razões, os descansos de tela atualmente têm função meramente decorativa ou de entretenimento, com imagens ou padrões em movimento e, algumas vezes, efeitos sonoros.
O primeiro screensaver foi supostamente escrito para o IBM PC original por John Socha, mais conhecido por criar o programa Norton Commander; ele também cunhou o termo screen saver. O programa, chamado scrnsave, foi publicado na edição de dezembro de 1983 da revista Softalk. Consistia basicamente em deixar a tela escura após três minutos de inatividade (intervalo que só poderia ser alterado através de uma recompilação do programa).
Descansos de tela podem ser usados com uma forma rudimentar de segurança. Muitos descansos de tela podem ser configurados para pedir ao usuário uma senha antes de se desativar. Outra pessoa no entanto pode burlar a senha simplesmente reiniciando o computador caso o usuário da máquina configure sua conta para se autenticar automaticamente na inicialização.
No sistema operacional Windows o formato nativo de descansos de tela (.scr) tem o potencial de instalar vírus quando executados. A abertura de qualquer arquivo com o sufixo ".scr", vindo por exemplo de um anexo de email, faz com que o Windows execute o arquivo automaticamente — permitindo com qual algum vírus ou malware se instale. Versões modernas do Windows fornecem notificações de segurança ao detectar a origem do arquivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário