quinta-feira, 8 de julho de 2010

A pior seleção de futebol do mundo: Samoa Americana



A Seleção da Samoa Americana de Futebol representa Samoa Americana nas competições oficiais da FIFA e é controlada pela Associação de Futebol de Samoa Americana.

É considerada uma das seleções mais fracas do mundo, por vários motivos: Além da diminuta população (70.260 habitantes em 2003) preferir o futebol americano ao futebol, a equipe é a última colocada no Ranking Mundial da FIFA, sempre termina em último lugar nas eliminatórias e torneios da OFC e foi vítima da maior derrota da história do futebol mundial, sendo derrotada pela Austrália em 11 de abril de 2001 por 31-0, recorde absoluto na história do futebol mundial.

Samoa Americana nunca venceu uma partida oficial em sua história. Ou melhor, a seleção obteve uma vitória em toda a história, um 3 a 0 sobre Wallis e Futuna em 22 de Agosto de 1983, disputado em Apia, em Samoa. Mas esta partida é considerada não-oficial pela FIFA, já que a Associação de Futebol de Samoa Americana ainda não era afiliada à entidade máxima do futebol nessa época, ao passo que Wallis e Futuna até hoje não se afiliou.

Ramin Ott mudou a história de Samoa Americana quando marcou um gol de pênalti sobre as Ilhas Salomão, em 25 de Agosto de 2007. Foi o primeiro gol da história de Samoa Americana em uma partida oficial, esta válida pelos Jogos do Pacífico Sul e pelas Eliminatórias para a Copa de 2010, simultaneamente. A campanha, aliás, foi pífia: 1 gol marcado (o gol marcado por Ott) e 39 gols sofridos, sendo o "melhor resultado" um 0-4 para Tonga. Durante esta competição, os jogadores de Samoa Americana foram treinados por Nathan Mease.

Nenhum comentário:

Postar um comentário