quinta-feira, 8 de julho de 2010

As maiores palavras da língua portuguesa

As maiores palavras da língua portuguesa são:

Anticonstitucionalissimamente, com 29 letras, é a maior palavra do nosso idioma. É um advérbio e descreve algo que é efetuado de maneira muito anticonstitucional, ou seja que é oposto à constituição.

Oftalmotorrinolaringologista (português brasileiro), com 28 letras, é o especialista em doenças dos olhos, ouvidos, nariz e garganta, no entanto é uma palavra considerada obsoleta. É mais comum a palavra otorrinolaringologista (Veja abaixo).

Inconstitucionalissimamente, com 27 letras, é o advérbio de inconstitucional e designa o mais alto grau de inconstitucionalidade. É tida geralmente como a mais longa palavra de língua portuguesa pelo Guinness Book of Records.

Otorrinolaringologista, com 22 letras, é o médico que se ocupa dos ouvidos, garganta e nariz.

Inconstitucionalíssimo, com 22 letras, adjetivo, masculino singular, derivação de inconstitucional.

Inconstitucionalíssima, com 22 letras, adjetivo, feminino singular, derivação de inconstitucional.

Palavras não consideradas

* O plural das palavras não é considerado.

* Termos técnicos usados na química e em outras ciências. Por exemplo, pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico, com 46 letras que é uma amalgama de síndromes ou tetrabromometacresolsulfonoftaleína que é um corante usado em reações químicas, com 35 letras. Tais palavras ocupariam o primeiro lugar. Nesse contexto, a maior palavra do mundo seria o nome químico para a proteína conhecida como Titina, que contém 189819 letras.

Nomes ou palavras fictícias tais como: Lopadotemakhoselakhogaleokranioleipsanodrimypotrimmatosilphiokarabomelitokatakekhymenokikhlepikossyphophattoperisteralektryonoptekephalliokinklopeleiolagōiosiraiobaphētraganopterygṓn que é o nome de um prato fictício criado por Aristófanes e é constituído por 182 letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário