segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Hóquei sobre a grama


O hóquei em campo (no Brasil também conhecido por hóquei sobre a grama) é um desporto praticado por duas equipas de 11 jogadores cada. Um jogo divide-se em duas parte de 35 minutos, com 10 minutos de intervalo e disputa-se numa quadra com uma baliza em cada topo. O objectivo do jogo é tentar marcar o maior número de golos possíveis, conduzindo a bola por intermédio de um stick.

O jogo foi "criado" pelos ingleses em finais do século XIX (embora a tradição remonte a sua origem à Pérsia de há alguns milênios). Por isso o esporte logo se popularizou nas colônias britânicas, em meados do século XX, mesmo sendo proibido por interferir no treinamento dos arqueiros, responsáveis pela defesa nacional. De fato, Índia e Paquistão foram, até os anos 70 do século passado, as grandes potências do hóquei (no campo, para os portugueses; na grama, para os brasileiros). Mas hoje o esporte é popular nos cinco continentes e se considerarmos que ele é também esporte feminino, encontram-se algumas nações que se sobressaem: Países Baixos, Austrália, Argentina, China e Alemanha.

Regras


Uma partida de hóquei em campo consiste de dois tempos de 35 minutos cada, durante os quais dois times com onze jogadores tentam marcar o maior número de gols possível. Os gols são marcados quando a bola - feita de plástico (tipo PVC), com um diâmetro de 7,3 centímetros e pesando cerca de 160 gramas - atravessa totalmente a linha do gol adversário depois de ser tocada pelo taco de um atacante dentro da área de chute (um semicírculo marcado a 15 metros do gol).

A bola só pode ser tocada com o lado plano do stick, geralmente feito de madeira ou fibra de carbono. Os sticks podem pesar até 737 gramas, variando de comprimento, tipo de construção e curvatura de acordo com a preferência do jogador.

O campo tem 91,40 metros de comprimento e 55 metros de largura, dividido por uma linha central e com uma outra a 23 metros de cada linha de fundo. O gol tem 2,14 metros de altura e 3,66 metros de largura.

Uma característica única do hóquei em campo é a regra de obstrução. Na maioria dos outros esportes proteger a bola com o corpo não só é permitido como faz parte da estratégia do jogador. No hóquei sobre grama, no entanto, proteger a bola com o corpo só é permitido quando a bola está em movimento. Desta forma todos os jogadores têm a mesma chance de ter o controle da bola, quando há um drible ou um passe.

Outras infrações incluem tocar a bola com alguma parte do corpo (somente ao goleiro é permitido tocar a bola com as mãos ou as pernas), usar o stick de maneira perigosa e lançar a bola perigosamente na direção de algum jogador.

Normalmente, quando é marcada uma infração, o time que a sofreu tem direito a um tiro livre do lugar onde esta foi marcada. No entanto, se a falta acontecer dentro da área de chute, ou se tratar de uma falta intencional da defesa, atrás de sua linha de 23 metros, é marcado um córner curto (penalty-corner ou canto-curto em Portugal).

O córner curto é um tiro livre do ataque, batido da linha de fundo a uma distância de 10 metros do poste do gol, devendo todo atacante estar fora da área de chute. Somente cinco defensores podem ficar atrás da linha de fundo, enquanto os outros devem ficar atrás da linha do meio de campo. A vantagem é toda do ataque, que precisa apenas que a bola saia da área de remate antes de lançá-la ao gol e para tal realiza uma série de jogadas previamente ensaiadas para iludir os defensores.

Qualquer falta intencional marcada dentro da área de chute resulta em pênalti em favor do ataque. O pênalti é cobrado a uma distância de 6,4 metros do gol e o jogador só poderá dar um passo para empurrar a bola (não é permitido batê-la no pênalti) em direção ao gol, depois de autorizado pelo árbitro.

Com relação às faltas, os árbitros podem punir os jogadores com três tipos de cartões, que são aplicados de acordo com a gravidade da infração cometida. O cartão verde serve para advertir um jogador quanto à sua conduta anti-esportiva. O próximo nível é o cartão amarelo, que leva a uma suspensão temporária do jogador, cabendo ao árbitro determinar a duração desta. Os jogadores suspensos devem sair do campo e não podem ser substituídos. E em casos extremos o árbitro usa o cartão vermelho, que exclui o jogador pelo resto do jogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário